Psiquiatria crítica


Limitações da psiquiatria biomédica. Concepções psicossociais. Gerenciamento de benefícios/riscos dos psicoativos. Psiquiatria com senso crítico. Temas em Saúde Mental. Prevenção quaternária. Consumo informado. Decisão compartilhada. Autonomia. Interesse Público. "Movimento" de ex-usuários da psiquiatria. Suporte para desmame de drogas psiquiátricas. Controvérsia entre psiquiatras farmacológicos e reforma psiquiátrica.

O direito de criticar a psiquiatria biológica

O conteúdo que divulgo é da perspectiva da psiquiatria crítica ou críticas à psiquiatria biológica. Mesmo que exista bastante literatura científica criticando a psiquiatria biológica isso ficava somente entre especialistas e quem discordava do psiquiatra era rotulado como maluco. O canal do youtube está associado ao blogue crisedapsiquiatria.blogspot.com Não é somente os médicos que podem entender de um assunto. A confiança no médico não é válida se existem pesquisadores que discordam da autoridade tradicional do psiquiatra biológico. Esse tipo de conteúdo é apoiado pelo ministério da saúde através da Fiocruz pelo blogue madinbrasil.org e a reforma psiquiátrica (ABRASME).

Aviso!

A maioria das drogas psiquiátricas pode causar reações de abstinência, incluindo reações emocionais e físicas com risco de vida. Portanto, não é apenas perigoso iniciar drogas psiquiátricas, também pode ser perigoso pará-las.

Retirada de drogas psiquiátricas deve ser feita cuidadosamente sob supervisão clínica experiente. [Se possível] Os métodos para retirar-se com segurança das drogas psiquiátricas são discutidos no livro do Dr. Breggin: A abstinência de drogas psiquiátricas: um guia para prescritores, terapeutas, pacientes e suas famílias.
Observação: Esse site pode aumentar bastante as chances do seu psiquiatra biológico piorar o seu prognóstico, sua família recorrer a internação psiquiátrica e serem prescritas injeções de depósito (duração maior). É mais indicado descontinuar drogas psicoativas com apoio da família e psiquiatra biológico ou pelo menos consentir a ingestão de cápsulas para não aumentar o custo do tratamento desnecessariamente.Observação 2: Esse blogue pode alimentar esperanças de que os familiares ou psiquiatras biológicos podem mudar e começar a ouvir os pacientes e se relacionarem de igual para igual e racionalmente.A mudança de familiares e psiquiatras biológicos é uma tarefa ingrata e provavelmente impossível.https://breggin.com/the-reform-work-of-peter-gotzsche-md/